sexta-feira, 29 de maio de 2009

enviado por bárbara janicas

Há uma mão, estás a ver? Uma mão que se move em direcção a ti. Já conheces esta mão porque sempre que tocava na tua cara era para te acarinhar, até ao dia em que veio com mais força e te deu uma bofetada. E agora sempre que a mão se aproxima tu lembras-te da bofetada e achas que é o que ela vai fazer outra vez, portanto pára-la a meio do caminho. Interiorizaste que a mão não te vai voltar a acarinhar da mesma maneira e criaste um mecanismo de auto-defesa. Mas assim nunca vais saber se a mão te vai voltar a tocar da mesma maneira.

Sem comentários: